27 de agosto de 2008


O ônibus partiu de São Paulo rumo ao Rio de Janeiro dia 11 de agosto e dentre os 28 caravaneiros, uma equipe de documentaristas que registra tudo pra fazer no final um curta documentário da Caravana e para que a TV CUCA, garanta uma grade permanente de programação durante esses quatro meses de viagem. Será uma pílula por estado, além de produção de chamadas para inscrição de trabalho da sexta bienal, pílulas do lançamento do Pontão de Cultura e muito mais que passar pelo caminho da Caravana de Saúde Educação e Cultura da UNE. Os primeiros dias de viagem, incluindo o lançamento no Rio estão no primeiro vídeo produzido pela TV CUCA. O vídeo ainda traz imagens de debates, oficinas, shows e apresentações culturais nas cinco universidades que já receberam a Caravana
Acesse a TV CUCA e aguarde a pílula do Espírito Santo
Bienal da UNE: Inscreva-se!
Raízes do Brasil: formação e sentido do Povo brasileiro.

O século XVI deve ser visto por nós como um período ao mesmo tempo inaugural e experimental. Ninguém sabia ao certo no que tudo aquilo poderia dar. Mas o fato é que, da obra do Governo Geral á expansão da agroindústria açucareira, implantou-se o projeto lusitano para nossos trópicos.
Não exatamente dentro das balizas ou dos trilhos planejados pelos portugueses, é claro. Eles pensaram em termos de transplantação cultural, de reprodução imediata do modelo metropolitano, sonhando uma Nova Lisboa em nossas terras. Mas a mestiçagem genética e o sincretismo cultural, que já vinha da aldeia eurotupinambá de Diogo Caramuru, se encarregaram de tecer uma outra realidade, original, na Bahia de Todos os Santos e seu Recôncavo. Assim teve inicio o processo histórico-cultural que fez, de nós, o que somos Antonio Risério. "Uma história da Cidade da Bahia"

Estão abertas as inscrições para a VI Bienal de Cultura da UNE, que é hoje o maior evento de cultura e juventude da América Latina. Esta Bienal possui diversas significações para o processo de reestruturação do trabalho de cultura da UNE. Em primeiro lugar pois está voltando a cidade que lançou o projeto Bienal da UNE a quase dez anos atrás, quando em 1999 realizou-se na capital baiana a primeira Bienal de Arte, Ciência e Cultura da UNE.
Fator que naquele momento tinha sido relevante, pois foi nesta cidade que em 1979 a UNE reconstruiu a entidade, depois de ter sido colocada na clandestinidade pela ditadura militar. Mas outra grande motivações para esta Bienal ser realizada em Salvador e sua importância em relação ao tema da Bienal, tema este que pretende discutir a formação do povo brasileiro de um ponto de vista bastante contemporâneo. A introdução extraída do livro "Uma história da Cidade da Bahia" de Antonio Risério dispensa maiores explicações.

Como um projeto permanente sua configuração sofre transformações ao longo do tempo. Temos como exemplo o recorte utilizado na última Bienal da UNE realizada no Rio de Janeiro que é a participação dos Pontos de Cultura de uma maneira bastante considerável em relação à programação como um todo.
Nesta versão esta novidade permanece e pretende se ampliar pensando em outras formas de participação dos pontos além da apresentação em si, mas ampliando de forma que a peculiaridade de cada Ponto de Cultura possa ser mais valorizada e também que possa contribuir mais na construção geral do evento. Mas nesta edição podemos dizer que a principal mudança é a aceitação de trabalhos feitos por estudantes secundaristas, nas edições anteriores apenas na mostra de Ciência e Tecnologia podiam mostrar sua produção e com isso abrimos para um importante pólo de produção específica que são as escolas técnicas.
Desta forma pretendemos dar espaço para uma produção que está escondida nas escolas e também fazer um levantamento de como a cultura está sendo produzida neste espaços, que existem em número muito superior que as instituições de ensino superior do país.

maiores informações : www.une.org. br
fale com a secretaria da 6 bienal: 65 - 84274177
Veja a vinheta produzida pela TV CUCA para o edital de bolsas de incentivo da Ação Griô. Imagens referentes às Paneleiras do Espírito Santo registradas durante a passagem da Caravana de Saúde Educação e Cultura pelo estado capixaba.Por uma política nacional de educação, cultura oral e economia comunitária, o CUCA da UNE apoia essa iniciativa, disponibiliza seu blog para a mobilização das inscrições.Inscreva seu Ponto de Cultura ou sua Entidade Cultural através do site do ministério da cultura (www.cultura. gov.br) até o dia 8 de setembro de 2008.

"A essa hora provavelmente todo mundo sabe muito melhor do que eu que houve um estupro no campus da UFBA hoje de manhã. Não é a primeira vez que acontece um crime deste tipo na UFBA, mas talvez porque o caso de hoje tenha ocorrido em um horário de grande movimento e em um lugar que nem é tão deserto assim as pessoas resolveram acreditar. Sim, acreditar, porque os casos de estupro na universidade sempre se disseminam como um boato. Desde que eu entrei na universidade em 2006 já passaram na minha sala ao menos quatro vezes para dizer que houve um estupro em não sei onde. Os alunos fazem uma abaixo assinado e o assunto morre aí, ninguém averigua se é verdade ou mentira, quem foi a vítima e nada é feito depois. Na minha singela opinião um boato de estupro não pode ser tratado como um boato de casamento entre celebridades. Na minha singela opinião reitores, pró-reitores e diretores de institutos que ouvem falar de um estupro e não fazem de tudo para checar a informação e evitar novos casos são criminosos."
Clique aqui e leia na integra a opinião publicada ontem no blog de Juliana Cunha, coordenadora de literatura da sexta Bienal da UNE, a ser realizada entre os dias 20 a 25 de janeiro de 2009, na cidade de salvador.conexão bahia!
relise das principais materias!

Nenhum comentário:

Videos

Loading...