17 de agosto de 2008

“Toda maneira de amor vale a pena”
"Cada cor tem seu significado: o pink a sexualidade, o vermelho a vida, o laranja o poder, amarelo a luz, verde a natureza, o azul a arte, o azul escuro o espírito e o violeta o éndigo que significa harmonia.
(seu criador: Gilbert Baker)

Considerando o sucesso da I Conferência Mato-grossense de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros - GLBT, Direitos Humanos e Políticas Públicas: "O caminho para garantir a cidadania GLBT" que foi realizada nos dias 15, 16 e 17 de maio de 2008, no Centro Cultural da UFMT. A Secretaria de Segurança Pública(SEJUSP), através do Centro de Referência de Combate a Homofobia(CRDHCH), Convida todos/as para participarem da Audiência Pública que será realizada na Assembléia Legislativa de Cuiabá, no dia 08/09/2008 às 14h, para apresentação e discussões das propostas oriundas da I Conferência Estadual e encaminhada para a Conferência Nacional realizada em Brasilia, nos dia 06 a 08 de Julho de 2008.
Dúvidas Por favor entre em contato com o Centro de Referência de Combate a Homofobia(SEJUSP): 3613-9936
A UJS acha que o capitalismo se aproveita das diferenças entre os homens, para torná-los diferentes, reforçar o seu caráter excludente e para justificar uma sociedade dividida em classes, desigual e desumana, através do machismo, do sexismo, do racismo entre outras formas de preconceito. Assim a homofobia de forma ideológica é disseminada na sociedade e a superação desta sociedade arcaica passa por vencer as diversas formas de preconceito que ela consolida.
Todos os dias, milhares de pessoas no Brasil sofrem algum tipo de preconceito homofóbico, desde as brincadeiras “inocentes” e xingamentos, que para muitos parecem inofensivos, por que não se dão conta do efeito psicológico e nem do direito que todo ser humano tem de ser respeitado do jeito que é, o direito de ter dignidade. Sem falar das agressões físicas e até mesmo as mortes como recentemente assistimos em São Paulo o assassinado brutal de dois jovens travestis numa mesma noite.
A cada dia que se passa a juventude brasileira tem enfrentado a homofobia, chocando, mudando valores e se rebelando contra as amarras. È cada vez mais cotidiano jovens se assumirem, mesmo que tenham que pagar o preço injusto que lhe é cobrado por isso. A mudança de hábitos e rotinas, no entanto, contribui para a elevação da consciência do nosso povo.
O surgimento de variados grupos gays, sendo muitos de estudantes e cada vez mais numerosas e massivas paradas gays, que mobilizam milhões de jovens em todo país, só reforçam a necessidade da UJS apoiar mais neste movimento. Temos que teorizar mais sobre o tema e fortalecer a luta pelo respeito à diversidade sexual e por uma sociedade livre e justa.
A UJS tem entende o seu papel enquanto escola do socialismo. Precisamos combater coletivamente a homofobia na sociedade. A UJS precisa é um espaço de vivência que admite todos os setores da juventude, que é capaz de unir todos que lutam por uma sociedade mais justa, que compreende a disputa ideológica posta e que acima de tudo é capaz de superar as marcas e os vícios do capitalismo . Temos que ser exemplo do que há de mais avançado na luta da juventude brasileira em busca do socialismo.

“Enquanto nos escondemos para fazer amor, a violência é praticada em plena a luz do dia”.
(John Lennon)

Nenhum comentário:

Videos

Loading...