20 de fevereiro de 2009

TROTE ...até ele tem PL

A notícia de que a Câmara aprovou projeto de lei que proíbe os trotes violentos nas instituições de ensino está em todos os grandes jornais. O projeto prevê multa de até R$ 20 mil e a suspensão ou mesmo expulsão do estudante que cometer trote que exponha de forma vexatória alunos recém-aprovados.

A universidade terá que criar uma comissão disciplinar para analisar os casos de violência e adotar as medidas punitivas rapidamente,como a Expulsão e multa contra trotes violentos

Pela proposta, que segue para votação no Senado, antes do início das aulas, a universidade terá que criar um grupo, formado por alunos e professores, para estabelecer, no lugar do trote, atividades de "integração universitária", como prestação de serviços à comunidades. Essas medidas foram chamadas de trote comunitário ou social. O projeto prevê também que essas atividades durariam, no máximo, vinte horas, e poderiam ser distribuídas em vários dias.

Cronologia

1999: O estudante Edison Tsung Chi Hsueh morreu afogado na piscina da Associação Atlética Oswaldo Cruz, durante um trote na Faculdade de Medicina da USP

2000: Um calouro da Faculdade de Educação Física da UniTau sofreu queimaduras no rosto, orelhas e pescoço após ser pintado com tinta a óleo por um grupo de veteranos

2002: Um calouro da UniSantos recebeu uma tesourada no abdômen por se recusar a permitir que o cabelo fosse raspado

2005: Uma aluna de Medicina da Unicamp foi jogada de roupa na piscina, recebeu cuspidas no rosto e foi presa em um galinheiro junto com colegas

2006: A Universidade Federal de Uberlândia expulsou e suspendeu alunos que obrigaram um calouro a deitar sobre um formigueiro. Ele levou mais de 250 picadas. Não morreu por não ser alérgico.
Vamos dar o exemplo aqui no estado de MT...Através da doação de sangue, doação de agasalhos e alimentos,entre outras idéias para dar boas vindas para os klouros,da melhor forma!

Nenhum comentário:

Videos

Loading...