1 de fevereiro de 2009

Mobilização na França

Um dia de mobilização bem sucedida! O UNEF chama à assembleias gerais
Dezenas de milhares de jovens participaram nas manifestações, que reuniram 2.5 milhões de pessoas por toda a parte na França. Os jovens e os estudantes eram nomeadamente 10.000 em Bordeaux, 10.000 em Marseille, 3000 em Liyon, 5000 em Montpellier.
A participação importante dos jovens testemunham a sua apreensão perante a um futuro marcado pelo desemprego e marca a recusa das políticas do governo que não protegem as consequências da crise e acrescentam dificuldades a um futuro já frágil (supressões de milhares de postos na função pública que aumentam de um verdadeiro plano social, degradação do enquadramento nas universidades, aumento das desigualdades entre as universidades, aumento da precariedade da vida do estudante…).

Antes de fazer a metereologia das catástrofes sociais, o governo deve hoje tirar o seu guarda-chuva a fim de proteger-nos das consequências da crise. Os jovens recusam ser os reféns da crise e do desemprego, para construir o seu futuro.A UNEF chama os estudantes a reunir-se em assembleias gerais nas universidades a partir de segunda-feira 2 de Fevereiro para debater e dar sequência à este dia bem sucedido.
A UNEF chama os estudantes a ampliar a sua participação nas mobilizações nas universidades para obter uma mudança na política do governo em matéria de ensino superior e das medidas para fazer face à crise e responder à precariedade dos jovens.

Saudações estudantis
*Por Flavio Franco (Ciências Sociais - UFBA)
Atualmente em Intercâmbio Acadêmico no Instituto de Estudos Politicos em Rennes-França
UJS/UNEGRO/PC do B/
UNIÃO NACIONAL DE ESTUDANTES DA FRANÇA: www.unef.fr

Nenhum comentário:

Videos

Loading...